sábado, 8 de junho de 2013

HOJE ESTOU LUA NOVA


Introspecção – Libertação d’alma.


Às vezes sinto-me como o raio do sol, fugaz, libertando calor pelos poros, irradiando luz. Neste momento minha mente é liberta, então:
Vejo sofrimento, mas não enxergo a dor,
Vejo miséria, mas não enxergo a fome,
Vejo gravidez, mas não enxergo a rejeição,
Vejo a criança, mas não enxergo a fragilidade,
Vejo a chuva, mas não enxergo a enchente
Vejo o sol, mas não enxergo a seca,
Vejo moeda, mas não enxergo a corrupção,
Vejo a bebida, mas não enxergo a violência,

Às vezes sinto-me como lua nova, escura, sombria, introspectiva, voltando o pensamento para os olhos da alma. Nesse momento minha mente é reflexa,então:
Vejo olhos; enxergo lágrimas,
Vejo lábios; enxergo sorriso,
Vejo sombras; enxergo formas,
Vejo silencio; enxergo mente,            
Vejo mãos; enxergo aceno
Vejo pés; enxergo pegadas,
Vejo coração; enxergo amor,
Vejo homens; enxergo DEUS.

Como Sol ou como Lua, tenho fases, faces. Nestes momentos busco o CRIADOR para que ao vê-lo eu me enxergue.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.